Transa Marieta #4 - Danilo Santos de Miranda



Transa•Marieta convida Danilo Santos de Miranda


Em conversa com Isaura Botelho, Marta Bogéa, Abilio Guerra e Giovanni Pirelli


22.06.2020, segunda-feira 18h30 – 20h30

Marieta Virtual via Zoom, ao vivo no Facebook

_______

Lançado em abril de 2020, o “Transa Marieta” – programa de entrevistas com personalidades da arte e da cultura contemporânea – teve como primeiros convidados o escritor Milton Hatoum, o músico Arrigo Barnabé e a arquiteta e ativista Erminia Maricato. No quarto episódio da série, o Transa recebe o gestor cultural Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc São Paulo desde 1984.


Danilo Miranda é reconhecido nacional e internacionalmente pelo trabalho que realiza à frente da instituição, onde ao longo das décadas tem priorizado a excelência da programação cultural e a qualidade arquitetônica dos equipamentos – as unidades Pompeia (Lina Bo Bardi), 24 de Maio (Paulo Mendes da Rocha/MMBB Arquitetos), Vila Mariana (Jerônimo Bonilha Esteves), Sesc Avenida Paulista (Königsberger Vannucchi), Araraquara (Abrahão Sanovicz), Pinheiros (Miguel Juliano), Santo Amaro (Elito Arquitetos) para citar alguns projetos e arquitetos renomados –, que abrigam atividades artísticas, culturais, esportivas e pedagógicas.


Segundo Danilo Miranda, a cultura deve ser entendida de forma ampliada, de forte sentido educativo, entrelaçando o mundo das artes e do espetáculo à memória, à aprendizagem e à convivência. Para ele, “cultura e educação são duas facetas de uma mesma realidade”. O Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, unidade voltada à reflexão crítica e à produção de conhecimentos nos campos da educação, arte, gestão e mediação culturais, tem funcionado como escola de excelência na formação de novos contingentes de gestores culturais.

Para pautar a discussão, a conversa contará com as presenças dos convidados Isaura Botelho e Marta Bogéa, com condução de Abilio Guerra e participação de Giovanni Pirelli, membros do projeto Marieta. O encontro virtual acontecerá pelo Zoom e será transmitido ao vivo pela nossa página no Facebook, às 18h30 de segunda, dia 22 de junho.

_________ MANDE SUA PERGUNTA!


Antes de todas as entrevistas, as pessoas convidadas se reúnem e discutem sobre os temas a serem debatidos, criando um lindo roteiro pra orientar a conversa.


Decidimos abrir um espaço para que vocês também possam contribuir, apontando caminhos possíveis e novos pontos de vista. Pra quem quiser deixar sua sugestão: eis o link para o formulário!


beijos e até dia 22!

https://forms.gle/qhed9quAs9aVfM1a6 ___________ Sobre os participantes


>> Danilo Santos de Miranda (Campo dos Goytacazes, RJ, 1943) é gestor cultural. Desde 1984, é diretor do Serviço Social do Comércio – Sesc do Estado de São Paulo. Membro de conselhos de entidades nacionais diversas – Fundação Bienal de São Paulo, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand – Masp, Museu de Arte Moderna de São Paulo – MAM-SP, Itaú Cultural, Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin e SP Escola de Teatro –, foi presidente do Conselho Diretor do Fórum Cultural Mundial (2004) e presidente da comissão organizador do Ano da França no Brasil (2009). Sua atuação internacional também abrange a vice-presidência do Conselho Internacional de Bem-Estar Social – ICSW, na sigla em inglês – de 2008 a 2010, além da composição atual da diretoria da ONG Art for the World, sediada na Suíça e dedicada à difusão da arte contemporânea.


>> Isaura Botelho é graduada em Literaturas Vernáculas (Faculdade de Letras, UFRJ), mestre em Comunicação (Escola de Comunicação, UFRJ), doutora em Ação Cultural (Escola de Comunicações e Artes da USP, 1996) e pós-doutora (Département des Études, de la Prospective et Statisques, Ministério da Cultura da França, 1999). Chefe da Assessoria Técnica da Direção Executiva (1982-1985) e coordenadora do escritório de São Paulo (1992-1995) da Funarte. Chefe da Secretaria de Apoio à Produção Cultural (1988) e coordenadora do setor de pesquisas e planejamento da Secretaria de Políticas Culturais (2003-2005) do Ministério da Cultura. Diretora do Centro de Estudos da América Latina do Memorial da América Latina (2001-2003). Atualmente é consultora de instituições – Ministério da Cultura, Fundação Joaquim Nabuco de Pesquisas Sociais, Sesc-SP, IBGE – nas áreas de formação de gestores e de pesquisa.


>> Marta Bogéa é arquiteta (UFES, 1987), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP, 1993), doutora e livre-docente em Arquitetura e Urbanismo (FAU USP, 2006 e 2018). Professora da FAU USP, onde coordenou o curso de graduação (2017-2019) e é bolsista de Produtividade em Pesquisa CNPq n2 (2019-2021). Coordenadora do Programa de Pós-Graduação da USJT (2008-2010). É autora dos livros Two-way street: The Paulist Avenue flux and counter-flux of modernity (San Diego State University Press, 1993) e Cidade errante: arquitetura em movimento (Editora Senac, 2009), frutos do mestrado e doutorado. Curadora da exposição Território de Contato – módulo 1: Cao Guimarães e Brasil Arquitetura; módulo 02: Nicolas Robbio e Marcos Acayaba; módulo 3: MMBB Arquitetos e Gisela Motta & Leandro Lima (Sesc Pompeia, 24 maio – 5 ago. 2012).


>> Abilio Guerra é arquiteto (PUC-Campinas, 1982), mestre e doutor em História (IFCH Unicamp, 1989 e 2002), professor da FAU Mackenzie. Membro fundador do Marieta (com Caio Guerra, Giovanni Pirelli, Helena Guerra e Silvana Romano Santos), é editor da Romano Guerra Editora e do Portal Vitruvius ao lado de Silvana Romano. É coautor do livro Rino Levi – arquitetura e cidade (com Renato Anelli e Nelson Kon, 2001), autor de O primitivismo em Mario de Andrade, Oswald de Andrade e Raul Bopp (2010), Arquitetura brasileira: viver na floresta (2011) e Arquitetura e natureza (2017), e organizador de Textos fundamentais sobre historia da arquitetura moderna brasileira (2010), Brasil Arquitetura – Francisco Fanucci, Marcelo Ferraz (com Marcos Grinspun Ferraz e Silvana Romano Santos) e diversos outros livros.


>> Giovanni Pirelli é gestor cultural, diretor executivo do Marieta e grande admirador dos outros participantes. : )