Transa Marieta #1 - Milton Hatoum




Transa Marieta convida Milton Hatoum

Em conversa com Augusto Massi, Julia Bussius e Abilio Guerra


20.04.2020, segunda-feira 18h30 – 20h00

Marieta Virtual via Zoom, ao vivo no Facebook

_______


Em tempos de isolamento social, precisamos de momentos de encontro e conversa para mantermos nossas cabeças atentas, ativas e altivas. Por isso, lançamos no dia 20 de abril o primeiro episódio da série “Transa Marieta”! Vamos conversar com Milton Hatoum sobre o fazer literário, a poética que envolve sua obra, seu processo de pesquisa, e a conexão de seus contos e romances com a realidade brasileira.


Para pautar a discussão, a conversa contará com as presenças dos convidados Augusto Massi e Julia Bussius, além de Abilio Guerra, do Marieta. O encontro virtual acontecerá pelo Zoom e será transmitido ao vivo pela nossa página no Facebook (www.facebook.com/projetomarieta), às 18h30 de segunda feira, dia 20 de abril.


_______

Sobre os participantes


Milton Hatoum nasceu em Manaus em 1952. Estudou arquitetura na USP e estreou na ficção com Relato de um certo Oriente, publicado em 1989 e vencedor do prêmio Jabuti de melhor romance do ano. Seu segundo romance, Dois irmãos, de 2000, mereceu outro Jabuti e foi traduzido para doze idiomas e adaptado para a televisão, teatro e quadrinhos. Com Cinzas do Norte, de 2005, Hatoum ganhou os prêmios Jabuti, Bravo!, APCA e Portugal Telecom. Em 2006, lançou A cidade ilhada, uma reunião de contos breves. Em 2008, sua primeira novela, Órfãos do Eldorado, foi adaptada para o cinema, e em 2013 teve suas crônicas reunidas em Um solitário à espreita. É colunista dos jornais, O Estado de S. Paulo e O Globo. Em 2017, recebeu do governo francês o título de Officier de L'Ordre des Arts et des Lettres.


Augusto Massi é jornalista (PUC-SP, 1983), mestre em Literatura Espanhola e Hispano-América (1992) e doutor em Literatura Brasileira (2004) pela Universidade de São Paulo, onde é professor de Literatura Brasileira desde 1990. Atua como poeta, crítico, tradutor e editor. Entre 1988 e 1990 coordenou a coleção Claro Enigma (Duas Cidades), dedicada à poesia brasileira contemporânea. Foi presidente da Cosac Naify durante os anos 2000. É membro do conselho editorial das revistas Novos Estudos Cebrap e Inimigo Rumor.


Julia Bussius é graduada em jornalismo (PUC-SP, 2004) e história (FFLCH USP, 2006), e mestre em história social (FFLCH USP, 2010). No mercado editorial desde 2005, foi editora da Cosac Naify. Atualmente é editora na Companhia das Letras, onde trabalha desde 2010, editando a obra de autores como Milton Hatoum, Mia Couto, Carola Saavedra, Julián Fuks, José Saramago, W.G. Sebald, Thomas Mann, Philip Roth, entre outros. Traduziu livros infantojuvenis do alemão e, mais recentemente, a novela KNULP, de Hermann Hesse (editora Todavia, 2020).


Abilio Guerra é arquiteto (PUC-Campinas, 1982), mestre e doutor em História (IFCH Unicamp, 1989 e 2002), professor da FAU Mackenzie desde 2005. Membro fundador do Marieta, é editor da Romano Guerra Editora e do Portal Vitruvius ao lado de Silvana Romano. É coautor do livro Rino Levi – arquitetura e cidade (com Renato Anelli e Nelson Kon, 2001), e autor dos livros O primitivismo em Mario de Andrade, Oswald de Andrade e Raul Bopp (2010), Arquitetura brasileira: viver na floresta (2011) e Arquitetura e natureza (2017).