sex., 31 de mai. | Casa Parte

DIA #2 - NEGRITUDE

reserve sua vaga para o segundo dia de Festival, com o tema "Negritude"
A inscrição está fechada
DIA #2 - NEGRITUDE

Horário e local

31 de mai. de 2019 14:00 – 21:00
Casa Parte, Av. Europa, 241 - Jardim Europa, São Paulo - SP, 01449-001, Brasil

Sobre o evento

31.05 SEXTA FEIRA

// NEGRITUDE //

– 17h – Encontro: Negritude e Educação, um relato de experiência

Apresentação: Beatriz de Gusmão Meigger, Tayná Victória de Lima Mesquita e Ana Martha Santos Vieira

Duração: 60min

A contemporaneidade do racismo no Brasil, enquanto sistema de opressão estrutural e simbólico, resulta na comunidade negra seguindo com disparidades de acesso à direitos fundamentais na sociedade brasileira, entre eles o direito à educação. Em tempos de medidas do governo que caminham na contramão do acesso universal a uma educação pública, laica e gratuita, o Projeto Educativo de Integração Social há 36 anos resiste acolhendo dentro da concepção de uma educação ontológica de Paulo Freire educando e educadores, oferecendo uma formação para a vida.

Conheça o PEIS: https://youtu.be/_JVQ2rKgnmo

Beatriz de Gusmão Meigger

Graduanda em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas. Atua na modalidade EJA desde 2016, como educadora do Projeto Educativo de Integração Social – PEIS, vinculado à Faculdade de Educação da UNICAMP. Tem desenvolvido estudos enfocados no ensino de Sociologia por meio do uso da linguagem audiovisual na Educação de Jovens, Adultos e Idosos e sobre a precarização do trabalho docente.

Tayná Victória de Lima Mesquita

Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (2018) e mestranda no Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação de Jovens e Adultos - GEPEJA, da Faculdade de Educação da UNICAMP. Atua na modalidade EJA desde 2015, como educadora do Projeto Educativo de Integração Social – PEIS. Atua desde 2017 como Agente de Educação Infantil na Rede Municipal de Educação da cidade de Campinas, SP. Tem desenvolvido estudos enfocados no desvelamento das implicações do fenômeno do racismo em relação ao direito à educação, Educação de Jovens, Adultos e Idosos, interseccionalidades, gênero, branquitude entre outros temas.

Ana Martha Santos Vieira

Estudante de graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atua na modalidade EJA desde 2015 como educadora no Projeto Educativo de Integração Social – PEIS, na Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas. Ex-aluna da graduação em Licenciatura em Matemática da UNICAMP e aluna do Curso de Extensão em Educação Musical da Universidade Federal de São Carlos (UFScar), desenvolve estudos enfocados em Matemática e Musicalização na Educação de Jovens, Adultos e Idosos.

– 19h – Encontro: Negras Maneiras do Vestir

Apresentação: Hanayrá Negreiros

Duração: 60min

A palestra tem por objetivo "costurar" encontros e relações entre algumas das estéticas e vestimentas africanas, afro-brasileiras e afro-diaspóricas, a partir de uma perspectiva feminina. Alinhavaremos os três últimos séculos: XIX, XX, e XXI - estudando algumas das composições e modos "vestimentares" de mulheres negras, imergindo através de um estudo iconográfico, pelas visualidades dessas figuras femininas. Nessa conversa, estabeleceremos pensamentos sobre a indumentária como forma de expressão cultural, e dispositivo de histórias e memórias negras.

Hanayrá Negreiros

Mestra em Ciência da Religião pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, e graduada em Moda pela Universidade Anhembi Morumbi. Tem como principais focos de estudo, as estéticas afro-brasileiras e africanas, que se manifestam através da indumentária, memórias coletivas e religiosidades. Foi bolsista pelo CNPq, e é pesquisadora associada ao grupo de pesquisa Veredas: Imaginário Religioso Brasileiro, e CECAFRO - ambos pela PUC-SP. Atualmente trabalha na Programação Artística do Red Bull Station.

– 20h – Cineclube: Cinema Preto

curadoria: Pedro Santiago

duração: 60min

Pontes sobre abismos

dir. Aline Motta, 9min

[Este projeto foi contemplado com o Programa Rumos Itaú Cultural 2015/2016 e participou da exposição "Narrativas do Invisível" no Itaú Cultural/SP.]

Instigada pela revelação de um segredo de família, Aline partiu em uma jornada à procura de vestígios de seus antepassados. Ela viajou para áreas rurais no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, Portugal e Serra Leoa, pesquisando em arquivos públicos e privados e, ao mesmo tempo, criando uma contra-narrativa do que geralmente se conta sobre a forma como as famílias brasileiras foram formadas. Com base em suas experiências pessoais, o trabalho pretende discutir questões como o racismo, as formas usuais de representação, a noção de pertencimento e identidade em uma sociedade que ainda tenta um ajuste de contas com sua história violenta e as noções românticas de sua louvada miscigenação.

Fantasmas

dir. André Novais Oliveira, 11min

O fantasma da ex.

Ingressos
Preço
Qtd
Total
  • convite individual
    R$0
    R$0
    0
    R$0
TotalR$0

Compartilhe este evento